Qual a diferença entre Vaselina Líquida e Sólida?

A CADIUM é uma empresa que fabrica e comercializa junto ao mercado nacional a vaselina sólida e a “vaselina líquida” em diversos graus de viscosidades e pureza, para o atendimento das mais diversificadas aplicações e segmentos de mercado. Por este motivo, estamos sempre atentos às informações que estão “circulando” na internet, notadamente às referentes aos produtos em comercializamos.

Sobre o questionamento acima, recentemente encontramos publicado na internet o seguinte texto:

Qual a diferença entre vaselina sólida e vaselina líquida?

Ambas possuem a mesma composição, o que muda é o estado físico. É recomendado o uso de vaselina para tratar estrias? Apenas como base cosmética, já que a vaselina pura não possui propriedades terapêuticas para estrias.”

 Como produtor destes produtos, e atuando no mercado a mais de 25 anos, somos obrigados a informar que a afirmação acima está errada e a seguir detalhamos os motivos.

Para que serve a Vaselina Líquida?

Para início de esclarecimento, o termo vaselina líquida está errado. A palavra vaselina é usada para denominar um produto sólido de consistência pastosa. O termo vaselina se originou da palavra “Vaseline”, que é uma marca de produto da Unilever.

Aqui neste texto não iremos abordar como foi descoberta a vaselina sólida, o surgimento do seu nome e a mudança do seu processo de fabricação. Apesar de estar errado, como o termo vaselina líquida está enraizado no vocabulário popular, seguiremos este texto usando este nome para este produto.

A nomenclatura correta é chamá-lo de óleo mineral. Como geralmente o nome vaselina líquida é utilizado para se referir a um produto de elevada pureza, a nomenclatura mais correta a ser utilizada seria a de óleo mineral branco. Então quando alguém questionar: “para que serve a vaselina líquida?”, subintende-se que esta pessoa está se referindo a um óleo mineral, e normalmente um óleo de elevado grau de pureza como um óleo branco mineral.

A Vaselina Sólida e a Vaselina Líquida possuem a mesma composição?

A resposta para o questionamento acima é um simples não! Não possuem a mesma composição!

Como as pessoas confundem os nomes dos produtos como acima mencionamos, elas também confundem um produto com o outro, considerando que a única diferença entre a vaselina sólida e a vaselina líquida, é a de que a primeira é sólida e a segunda é líquida, o que está errado.

O que é a Vaselina Sólida?

A vaselina sólida, originalmente chamado de petrolato, era um produto pastoso encontrado em meados do século 19 que flutuava na superfície das plataformas de petróleo, ou fica aderido às brocas de perfuração, onde os trabalhadores do petróleo aplicavam para curar e proteger as suas feridas. Este produto original, inicialmente chamado de petrolato natural ou petrolato branco, posteriormente foi purificado e passou a ser comercializado nos EUA com o nome de “Vaseline”, que posteriormente originou o nome de vaselina sólida que hoje usamos para designar este produto pastoso.

Atualmente a vaselina sólida é produzia através da mistura de outros derivados do petróleo. Seus constituintes são as parafinas macro cristalinas e micro cristalinas, aditivos que propiciam o aumento das fibras do produto e finalmente o óleo mineral, também chamado de vaselina líquida.

O que é a Vaselina Líquida?

A vaselina líquida, que corretamente devemos chamar de óleo mineral, é um subproduto destilado do fracionamento e refino do petróleo. Nas refinarias o óleo mineral é obtido em diversos graus de viscosidade e possui diversos contaminantes, inclusive os que geram ao produto colocações que variam do levemente amarelo ao castanho escuro. Neste estágio este óleo mineral é chamado de óleo básico, óleo base mineral ou óleo básico mineral. Também encontramos este óleo base mineral recebendo a referência errada de vaselina líquida industrial. Posteriormente este óleo mineral (vaselina líquida industrial) é submetido a um moderno processo de tratamento e purificação, que gera um produto líquido incolor, transparente, sem cheiro e sabor e com elevada pureza chamado de óleo mineral branco, óleo branco mineral, óleo branco USP, ou vaselina líquida (grau medicinal).

Como os Srs. podem perceber acima, chamar um óleo mineral de vaselina líquida já não é um termo correto. Agora se não for completado ao nome o tipo de tratamento a que esta vaselina líquida foi submetida, fica difícil saber se alguém está se referindo à um óleo para máquina de costura ou um óleo para lubrificar ferramentas (vaselina líquida industrial), ou se está se referindo à um óleo para ser utilizado na fabricação de cosméticos ou para passar na pele de um bebê (vaselina liquida grau usp).

Vaselina Sólida e Vaselina Líquida: o que devemos saber a respeito?

Voltando ao questionamento inicial deste texto e sem fazer a comparação ao petrolato natural ou o petrolato branco que mencionamos, podemos dizer que a vaselina sólida hoje comercializada no mercado, contém em sua formulação entre outros compostos, a vaselina líquida. Por tanto, conclui-se que o texto que destacamos da internet está errado e a vaselina sólida e a vaselina líquida NÃO POSSUEM A MESMA COMPOSIÇÃO.

Em resumo podemos dizer o óleo mineral (vaselina líquida) e a vaselina sólida se originam da mesma substância base, o petróleo, mas são duas substâncias diferentes com propriedades diferentes e usos variados.

Para mais informações sobre a vaselina sólida industrial, vaselina sólida medicinal, vaselina sólida farmacêutica ou a vaselina sólida neutra, entre em contato com a CADIUM. Nossa equipe de colaboradores está prontamente a disposição para o fornecimento das informações que forem solicitadas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *