Vaselina Sólida: informações técnicas e a importância do produto para aplicações industriais e domésticas

Quimicamente definimos a vaselina sólida como uma mistura de hidrocarbonetos parafínicos derivados de petróleo e mais aditivos. A sua composição à base de compostos minerais a torna adequada para uma ampla variedade de aplicações industriais e domésticas. A composição da vaselina sólida pode variar de acordo com os componentes presentes em sua fórmula, que são em grande maioria formados por óleo minerais em diversos graus de viscosidades e parafinas sólidas com diferentes graus de consistências.

A  variação do volume de óleo mineral e da sua viscosidade, somado à quantidade e o tipo de parafina sólida utilizada (parafina sólida macro e parafina sólida micro), propiciam que a vaselina sólida apresente um ponto de fusão (passagem do estado sólido para o líquido), variando entre 40 e 70° C. Com isso, podemos dizer que a vaselina sólida é um produto ideal para ser manipulado à temperatura ambiente.

A vaselina sólida normalmente possui uma coloração branca, mas podemos encontrar no mercado a vaselina sólida industrial sendo comercializada na cor amarelada e até acastanhada. A vaselina sólida quando pura, no caso, quando se tratar de uma vaselina sólida farmacêutica, é um produto desprovido de odor e sabor. A vaselina sólida não oxida quando exposta ao ar e não é reativa quando em contato com diversos reagentes químicos.

Entendendo o mecanismo de funcionamento da Vaselina Sólida

Devemos entender que uma das principais características da vaselina sólida é propiciar a lubrificação entre as superfícies de contato. A vaselina sólida forma uma barreira fina e escorregadia entre duas superfícies, reduzindo o atrito e impedindo o contato direto. A natureza semissólida da vaselina sólida a torna eficaz na adesão às superfícies, fornecendo uma lubrificação contínua, mesmo quando submetida à pressão moderada.

Por ser um produto derivado do petróleo, muitas pessoas têm a impressão de que a vaselina sólida é um produto é altamente inflamável.

Cabe informar que a vaselina sólida existe há mais de 150 anos e foi inventada por um químico chamado Robert Augustus Chesebrough em Nova York. O uso inicial da vaselina sólida se destinava a curar as feridas dos operários que trabalhavam com a extração do petróleo, pois se descobriu que essa pasta acalmava e curava as feridas e queimaduras na pele, quando aplicadas à área afetada, formando uma barreira protetora da água.

Com isso, em uma análise bem simples podemos dividir o funcionamento da vaselina sólida de acordo com a sua aplicação.

Para a atuação como lubrificante e protetivo antioxidante é utilizada a vaselina sólida industrial, produto de elevada qualidade, mas que não é destinada para o uso em contato com a pele e alimentos.

Para uso cosmético para hidratar, acalmar e proteger a pele é utilizada a vaselina sólida farmacêutica, que é formulada com matérias-primas de elevada pureza, tornando o produto atóxico e inerte, sendo inclusive indicada para a fabricação se insumos farmacêuticos, como cremes, loções e pomadas.

Devido à capacidade de cicatrização da pele, a vaselina sólida farmacêutica pode ser encontrada em qualquer farmácia, loja ou supermercado. A vaselina sólida também pode ser encontrada em lojas de materiais para construção quando se necessita de um produto para lubrificar e proteger superfícies metálicas. Devido à esta versatilidade e facilidade de aquisição, podemos dizer que a vaselina sólida é um produto seguro, que apesar de ser produzido com derivados de petróleo, não é inflamável se armazenada adequadamente, ou seja, longe da luz solar direta ou de fontes de calor.

Cabe informar que quando submetida acima do seu ponto de fusão, a vaselina sólida mesmo no seu estado líquido não será inflamável. Será necessário temperaturas extremamente altas para poder acender ou queimar a vaselina sólida, pois como mencionado, normalmente ela apenas se derreterá se exposta a temperaturas altas (acima do seu ponto de fusão).

Conhecendo alguns dos usos e aplicações da Vaselina Sólida

Encontramos a vaselina sólida sendo usada em várias aplicações e segmentos de mercado, a saber:

  • Vaselina sólida para a fabricação de insumos cosméticos e farmacêuticos;
  • Vaselina sólida usada pela indústria da construção civil para a proteção das esquadrias de alumínio contra o contato com o cimento;
  • Vaselina sólida empregada na fabricação de insumos veterinários;
  • Vaselina sólida consumida pela indústria metal mecânica na lubrificação de peças, máquinas e equipamentos e na proteção de metais contra a oxidação;
  • Vaselina sólida usada como plastificante e como desmoldante pela indústria de borracha;

– Encontramos também a vaselina sólida sendo utilizada na indústria agrícola, na indústria de laticínios, como lubrificante para máquinas na indústria de alimentos, para a conservação e armazenamento corretos de alimentos. A vaselina sólida também é usada na indústria fabricante de rações animais, entre várias outras aplicações e segmentos de mercado.

Conhecendo um pouco mais a Vaselina Sólida

Para obter mais informações sobre a vaselina sólida, entre em contato CADIUM, que muito em breve os nossos executivos técnicos e comerciais responderão adequadamente à sua consulta.

Esclarecemos que os nossos colaboradores estão disponíveis para atendê-lo através dos seguintes canais de comunicação:

  • e-mail: cadium@cadium.com.br;
  • WhatsApp: 11-97587-7837;
  • Telefone PABX: 11-4047-9292.

Mais informações sobre a vaselina sólida também poderá ser obtida acessando as nossa mídias sociais:

  • cadium.com.br/blog
  • com/cadiumlubrificantes
  • com/company/cadiumlubrificantes
  • Twitter: @CadiumLub

Vaselina Sólida onde comprar?

A aquisição fracionada da vaselina sólida poderá ser feita acessando o site de e-commerce da CADIUM:

https://loja.cadium.com.br/category/linha-industrial/vaselina/

Aguardamos o seu contato.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *