Como melhorar os processos de usinagem que usam Óleo Solúvel de Corte?

A seguir iremos apresentar alguns tópicos de problemas normalmente observados nos processos de usinagem com óleo solúvel de corte, onde apontaremos as potenciais causas, bem com os procedimentos que deverão ser adotados para corrigi-los.

Como controlar a geração de espuma do Óleo Solúvel Biodegradável?

  • Diminuir a concentração do óleo solúvel de corte, se estiver muito alta;
  • Aumentar a dureza na emulsão, se estiver muito baixa;
  • Diminuir a pressão do óleo solúvel biodegradável na aplicação:
    • Minimizando o fluxo excessivo;
    • Usando bicos especiais para diminuir a turbulência.
  • Concertar a “aeração” da bomba:
    • Trocar as juntas/selos se estiverem estragados;
    • Prevenir a entrada de ar.
  • Remover a contaminação por sabão no óleo solúvel biodegradável:
  • Informar aos operadores das máquinas, qual o impacto da contaminação com os produtos de limpeza;
  • Verificar o processo de limpeza e descobrir como o produto está entrando no sistema.

 Como reduzir a formação de fumaça do Óleo Solúvel de Corte?

  • Ajustar a concentração do óleo solúvel de corte:
  • Se a concentração estiver muito baixa, não há uma suficiente lubrificação, o que gera muito calor.
  • Em uma concentração muito alta há um excesso de óleo solúvel biodegradável.
  • A remoção do excesso do “tramp oil” contribui para diminuir a formação a fumaça.
  • Ajustar a velocidade/avanço da ferramenta de corte minimiza problema:
  • O fluxo do óleo solúvel de corte deve ser ajustado para atingir diretamente a área de contato. Deve existir um fluxo “suficiente forte” para prover a correta lubrificação do processo.

Como evitar a formação de névoa do Óleo Solúvel Biodegradável?

  • Ajustar a concentração do óleo solúvel biodegradável:
    • Uma concentração muito alta fornece excesso de óleo
  • Remover o excesso de “tramp oil” do óleo solúvel de corte.
  • Ajustar o fluxo do óleo solúvel biodegradável para o ponto de contato:
    • Muito forte causa excessiva turbulência.
    • Excessiva turbulência causa névoa.
  • Verificar se é o óleo solúvel de corte é o lubrificante correto para a operação:
    • Lubrificante de corte e operação corretos não deve produzir névoa.
  • Verificar a eficiência do equipamento de remover névoa.

Como evitar que os operadores apresentem dermatite?

  • Estar atento com o impacto das mudanças de estações:
    • O tempo frio provoca o ressecamento da pele.
    • A diminuição da umidade cria a condição de ressecamento.
    • Instruir os operadores a usarem cremes ou pastas hidratantes antes de depois do processo produtivo.
  • O valor do pH da emulsão do óleo solúvel biodegradável (>10.0) contribui para a formação de dermatites:
    • Diminuir a concentração da solução do óleo solúvel de corte, se estiver muito alta.
    • Minimizar a contaminação alcalina com desengraxantes e produtos de limpeza.

Como controlar a instabilidade da emulsão do Óleo Solúvel de Corte?

  • O ideal é realizar teste para determinar a quantidade dos sólidos dissolvidos no óleo solúvel biodegradável:
    • Predominantemente os sólidos duros (insolúveis).
  • Remover o volume excessivo de “tramp oil” existente no óleo solúvel de corte:
    • A manutenção do “tramp oil” na solução compromete a eficiência dos aditivos emulsificantes.
  • Deve-se realizar uma constante inspeção no sistema de filtração:
    • Observar se a concentração da emulsão, verificando se esta está muito “fina ou grossa”.
  • Aumentar a concentração da emulsão do óleo solúvel biodegradável, se estiver muito baixa
  • Aumentar o pH, se estiver muito baixo.
  • Realizar um permanente tratamento contra o crescimento de microrganismos:
    • A presença deste na emulsão do óleo solúvel de corte acelera a degradação dos emulsificantes.
  • Se nada resolver: drene, limpe e refaça a carga

Informações adicionais para a melhora dos processos de usinagem

Gostou das informações contidas neste post? Se gostou, então acompanhe as publicações da CADIUM nas mídias sociais que em breve, um novo texto sobre este assunto será publicado. Aguarde.

Se você está necessitando adquirir o melhor óleo solúvel biodegradável para o seu processo ou de outras informações sobre os produtos para a manutenção fabril, entre em contato com a CADIUM. Os nossos profissionais estarão prontamente a disposição para poder ajuda-lo. Entre em contato com através do e-mail cadium@cadium.com.br, ou pelos nossos telefones 11-4047-9292 (pabx) / 11-97130-3099 (WhatsApp).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *