Óleo Mineral Branco em Formosa do Rio Preto

O Óleo Mineral Branco e a Vaselina Líquida é um mesmo Produto?

Um Óleo Mineral Branco e uma Vaselina Líquida usualmente são termos usados para definir um mesmo produto, mas tecnicamente ao não se conhecer a origem e o tratamento físico-químico a que ambos foram submetidos, pode se estar querendo comprar um Óleo Mineral Atóxico de alta pureza como um Óleo Mineral Branco Medicinal, e acabar adquirindo uma Vaselina Líquida de Grau Industrial incolor. Vaselina é sinônimo de produto pastoso, mas usualmente o termo Vaselina Líquida passou a ser empregado para a definição do Óleo Branco Mineral, só por este também ser um derivado de petróleo. Para a denominação de Vaselina Líquida subentende-se que é um produto que sofreu um processo de tratamento, com a consequente melhoria da sua qualidade, o que nem sempre é verdade.

Quais as Principais Características do Óleo Mineral Branco USP?

Uma característica muito apreciada no Óleo Mineral USP é por ser um produto totalmente incolor, o que propicia o seu uso em uma enorme variedade de aplicações. Possuir uma alta estabilidade, ser inerte e totalmente neutro são algumas das características presentes em um Óleo Mineral Branco Grau USP. Como característica principal, podemos dizer que o Óleo Medicinal Branco é um produto atóxico e de elevada pureza.

Conheça nossa Linha de Óleo Branco Mineral em Formosa do Rio Preto de Grau USP e Grau Técnico

Quais são as Normas atendidas e as Certificações que possui um Óleo Mineral Branco Grau Medicinal?

Para aplicações onde ocorra o contato direto e indireto com alimentos o Óleo Mineral Branco 70 pode ser utilizado sem restrições. O Óleo Mineral Branco em Formosa do Rio Preto pode ser utilizado na produção de alimentos para animais, conforme o Código de Regulamentos Federais (C.F.R. Os fabricantes de lubrificantes atóxicos utilizam em suas formulações o Óleo Mineral USP, pois este atende à norma H1 para lubrificantes que podem ter contato incidental com alimentos.

Um Óleo Mineral e um Óleo Mineral Branco é um mesmo Produto?

O Óleo Mineral é o produto base utilizado na fabricação do Óleo Mineral Branco e por tanto, possui contaminantes em sua composição que impossibilitam o seu uso na fabricação de insumos para uso humano, sendo indicado apenas para a aplicação industrial com a fabricação de lubrificante industrial em Formosa do Rio Preto. O Óleo Mineral é um óleo bruto, já o Óleo Mineral Branco é um produto que já foi submetido a um processo de tratamento e purificação, para que possa receber esta denominação. O Óleo Branco Mineral é um Óleo Mineral Básico que após sofrer um processo de purificação, gera um produto quimicamente estável, inodoro, insípido, hidrofóbico e incolor.

Como é Obtido um Óleo Mineral Branco Farmacêutico?

No passado o Óleo Básico Mineral sofria um tratamento por Ácido Sulfúrico, até se obter o Óleo Mineral Branco Farmacêutico, mas o grande volume de ácido sulfúrico residual que era gerado tornou a operação inviável economicamente e muito agressiva ao meio ambiente, devido à necessidade de neutralizar e descartar a borra ácida gerada. Em todos os processos de tratamento aplicados para a obtenção de um Óleo Mineral Branco Farmacêutico, o objetivo se concentra na remoção de todos os compostos contaminantes originalmente existentes nos Óleos Básicos Minerais. Quando da obtenção de um Óleo Mineral Branco, a severidade de tratamento do processo aplicado sobre o Óleo Básico Parafínico é que definirá a qualidade final do produto a ser obtido: se um Óleo Mineral Branco Grau USP ou se um Óleo Mineral Branco Grau Técnico, óleo de excelente qualidade, mas não é tão puro quanto o primeiro.

Quais são as Principais Aplicações para o Óleo Mineral Branco Medicinal?

O Óleo Mineral Medicinal é utilizado como veículo na fabricação de produtos cosméticos como protetores solares, loções, bronzeadores, etc. Fabricação de lubrificante têxtil, por ser um Óleo Mineral Incolor e não manchar as linhas e os tecidos. O Óleo Mineral Branco é consumindo na indústria de plástico como um lubrificante do processo.

YouTube video