Óleo Mineral Branco em Ewbank da Câmara

Um Óleo Mineral e um Óleo Mineral Branco é um mesmo Produto?

Em uma comparação bem simples podemos dizer que o Óleo Mineral é uma água “de bica”, um produto bruto, e um Óleo Mineral Branco é uma água usada em um soro hospitalar, ou seja, é um mesmo produto, só que o segundo sofreu um processo de purificação que o tornou atóxico. O Óleo Mineral é um óleo bruto, já o Óleo Mineral Branco é um produto que já foi submetido a um processo de tratamento e purificação, para que possa receber esta denominação. O Óleo Mineral é um derivado de petróleo obtido por destilação e refinamento.

O que é um Óleo Mineral Branco?

O Óleo Mineral Branco, como o nome já diz, tem origem mineral, vinda do tratamento do petróleo e tem este nome devido a ser um produto incolor, transparente e isento de odor. Normalmente o Óleo Mineral Branco é produzido através do fracionamento e refinamento de derivados do petróleo de origem predominantemente parafínica. De acordo com o tipo de tratamento a que é submetido, podemos encontrar 3 tipos de Óleo Mineral Branco em Ewbank da Câmara: o Óleo Mineral Branco Grau Farmacêutico, o Óleo Mineral Branco Grau Técnico e o Óleo Mineral Branco Industrial.

Conheça nossa Linha de Óleo Branco Mineral em Ewbank da Câmara de Grau USP e Grau Técnico

O Óleo Mineral Branco em Ewbank da Câmara é Disponibilizado em quais Tipos de Embalagens?

As embalagens mais utilizadas pelo mercado em Ewbank da Câmara dependem do uso para a qual o produto é destinado, pois para uso junto às farmácias de manipulação, a Vaselina Líquida Farmacêutica 20 litros é a embalagem mais utilizada em Ewbank da Câmara, sendo que junto às indústrias em geral, a Vaselina Líquida Medicinal Tambor 200 litros é mais consumida. O Óleo Mineral Branco é um produto que apresenta larga utilização junto ao segmento industrial e também junto ao consumidor doméstico, e com isso, como o passar do tempo, novos tipos de embalagens com volumes diferentes vão sendo disponibilizados no mercado. A CADIUM DIVISÃO FARMA disponibiliza para o mercado as embalagens que são mais comercializadas e utilizadas como a Vaselina Líquida Farmacêutica 1 litro, a Vaselina Líquida Farmacêutica 5 litros, a Vaselina Líquida Farmacêutica 20 litros, a Vaselina Líquida Farmacêutica 50 litros e a Vaselina Líquida Farmacêutica 200 litros.

Como é Obtido um Óleo Mineral Branco Farmacêutico?

Em todos os processos de tratamento aplicados para a obtenção de um Óleo Mineral Branco Farmacêutico, o objetivo se concentra na remoção de todos os compostos contaminantes originalmente existentes nos Óleos Básicos Minerais. O Óleo Básico apesar de sofrer um processo tratamento na refinaria possui em sua constituição contaminantes como enxofre, compostos aromáticos, metais pesados, entre outros, e só com a remoção destes através de processos físico-químicos é que se consegue obter um Óleo Medicinal Branco Atóxico de elevada pureza. Atualmente a Hidrogenação Catalítica é o processo mais empregado para a obtenção do Óleo Mineral Branco Farmacêutico, onde o Óleo Mineral Básico é submetido à temperatura elevada e ao contato com o hidrogênio em alta pressão, onde a utilização de catalisadores (Niquel-Platina) ajuda a remover os compostos contaminantes.

Quais são as Principais Aplicações para o Óleo Mineral Branco Medicinal?

Grande uso na pulverização agrícola para o controle de pragas, onde o Óleo Branco Mineral é utilizado como veículo para dispersar os inseticidas. O Óleo Mineral Branco é consumindo na indústria de plástico como um lubrificante do processo. É utilizado com plastificante para borracha, principalmente para os elastômeros de cor clara, onde o Óleo Branco Medicinal não afeta a cor.

Para que Serve o Óleo Mineral Branco?

Para combater pragas e insetos, aplica-se a termonebulização com a queima de óleo, conhecido por fumacê, onde o veículo utilizado na queima é o Óleo Branco Mineral. Na fabricação de graxa e lubrificante atóxico é utilizado o Óleo Mineral Branco como matéria-prima principal. Nos silos de sementes e grãos o Óleo Mineral Branco é empregado para aglutinar o pó gerado no atrito durante o transporte, para assim evitar os riscos de explosões.

YouTube video