Óleo Mineral Branco em Cruzília

Por que o Óleo Mineral Branco é Chamado de Óleo Mineral USP?

Para o controle de segurança e qualidade dos produtos empregados na indústria farmacêutica, grande parte dos fabricantes se insumos medicinais seguem as regras impostas por seus países de origem e uma grande maioria consumidora de Óleo Mineral Branco USP seguem as regras definidas pelo órgão regulatório dos Estados Unidos. Para um Óleo Mineral Branco ser chamado de Óleo Mineral USP ele tem que atender às rigorosas normas de qualidade imposta pelos órgãos de fiscalização. Há vários tipos de Óleos Minerais Brancos, que são classificados de acordo com o grau de tratamento a que são submetidos, mas somente o óleo que recebe um grau máximo de tratamento e de purificação, é que pode ser chamado de Óleo Mineral USP ou Óleo Mineral Branco Medicinal.

Para que Serve o Óleo Mineral Branco?

O Óleo Mineral Branco é usado no revestimento de ovos para prolongar o tempo de armazenagem. Na fabricação de graxa e lubrificante atóxico é utilizado o Óleo Mineral Branco como matéria-prima principal. Nos silos de sementes e grãos o Óleo Mineral Branco é empregado para aglutinar o pó gerado no atrito durante o transporte, para assim evitar os riscos de explosões.

Conheça nossa Linha de Óleo Branco Mineral em Cruzília de Grau USP e Grau Técnico

O que é um Óleo Mineral Branco?

O Óleo Mineral Branco sofre um processo de tratamento físico-químico, que remove os componentes contaminantes existentes em sua composição. Normalmente o Óleo Mineral Branco é produzido através do fracionamento e refinamento de derivados do petróleo de origem predominantemente parafínica. Apesar da utilização da denominação usual de Óleo Mineral Branco, este produto não apresenta coloração, sendo totalmente incolor.

O Óleo Mineral Branco e a Vaselina Líquida é um mesmo Produto?

Para a denominação de Vaselina Líquida subentende-se que é um produto que sofreu um processo de tratamento, com a consequente melhoria da sua qualidade, o que nem sempre é verdade. Vaselina é sinônimo de produto pastoso, mas usualmente o termo Vaselina Líquida passou a ser empregado para a definição do Óleo Branco Mineral, só por este também ser um derivado de petróleo. Um Óleo Mineral Branco e uma Vaselina Líquida usualmente são termos usados para definir um mesmo produto, mas tecnicamente ao não se conhecer a origem e o tratamento físico-químico a que ambos foram submetidos, pode se estar querendo comprar um Óleo Mineral Atóxico de alta pureza como um Óleo Mineral Branco Medicinal, e acabar adquirindo uma Vaselina Líquida de Grau Industrial incolor.

Um Óleo Mineral e um Óleo Mineral Branco é um mesmo Produto?

O Óleo Mineral é um óleo bruto, já o Óleo Mineral Branco é um produto que já foi submetido a um processo de tratamento e purificação, para que possa receber esta denominação. Em uma comparação bem simples podemos dizer que o Óleo Mineral é uma água “de bica”, um produto bruto, e um Óleo Mineral Branco é uma água usada em um soro hospitalar, ou seja, é um mesmo produto, só que o segundo sofreu um processo de purificação que o tornou atóxico. O Óleo Mineral Branco é um óleo não carcinogênico, que não suporta o crescimento bacteriano, e por isso é um óleo de larga escala em usos em produtos que interagem com os seres humanos.

Como é Obtido um Óleo Mineral Branco Farmacêutico?

No passado o Óleo Básico Mineral sofria um tratamento por Ácido Sulfúrico, até se obter o Óleo Mineral Branco Farmacêutico, mas o grande volume de ácido sulfúrico residual que era gerado tornou a operação inviável economicamente e muito agressiva ao meio ambiente, devido à necessidade de neutralizar e descartar a borra ácida gerada. Quando da obtenção de um Óleo Mineral Branco, a severidade de tratamento do processo aplicado sobre o Óleo Básico Parafínico é que definirá a qualidade final do produto a ser obtido: se um Óleo Mineral Branco Grau USP ou se um Óleo Mineral Branco Grau Técnico, óleo de excelente qualidade, mas não é tão puro quanto o primeiro. O Óleo Básico apesar de sofrer um processo tratamento na refinaria possui em sua constituição contaminantes como enxofre, compostos aromáticos, metais pesados, entre outros, e só com a remoção destes através de processos físico-químicos é que se consegue obter um Óleo Medicinal Branco Atóxico de elevada pureza.

YouTube video