Óleo Hidráulico em Serra Preta

Óleo Hidráulico

O Óleo para Sistema Hidráulico e o mesmo Óleo Para Macaco Hidráulico?

O macaco hidráulico nada mais é que um sistema hidráulico mais simples em relação aos sistemas hidráulicos existentes em maquinários complexos, e mesmo sendo um sistema simples de levantar pesos, para que este apresente um bom desempenho, também necessita de um bom Óleo Hidráulico em Serra Preta. Devido ao sistema simples de operação, o óleo para macaco hidráulico utilizado nos mecanismos simples de elevação não necessitam de uma aditivação complexa, ao contrario de um Óleo Hidráulico para injetora, que é um lubrificante que necessita de um pacote de aditivo altamente eficiente com capacidade de fazer com que o óleo suporte condições extremas de operação. Os sistemas hidráulicos presentes na maioria dos maquinários das indústrias metal mecânica necessitam de um Lubrificante Hidráulico bem aditivado que atendam a rigorosas normas de desempenho, algo que não é exigido para um Óleo Hidráulico usado nos macacos mecânicos de uso automotivo.

Quais são as viscosidades mais comercializadas do Óleo Hidráulico em Serra Preta?

A viscosidade é uma das propriedades mais importantes para um Óleo Hidráulico Industrial e hoje no mercado este produto é disponibilizado nas seguintes viscosidades. O Óleo Hidráulico 10 ou Óleo Hidráulico ´W 10; Óleo Hidráulico 22 ou Óleo Hidráulico SAE 22; Óleo Hidráulico ISO VG 32, ou Óleo Hidráulico W 32, ou Óleo Hidráulico 32; Óleo Hidráulico AW 46 ou Óleo Hidráulico 46 ou Óleo Hidráulico ISO VG 46; Óleo Hidráulico 68, ou Óleo Hidráulico AW 68, ou Óleo Hidráulico HLP 68, ou Óleo Hidráulico HP 68, ou Óleo Hidráulico ISO VG 68, ou Óleo Hidráulico SAE 68; Óleo Hidráulico 90, ou Óleo Hidráulico ISO 90, ou Óleo Hidráulico SAE 90; Óleo Hidráulico 100 ou Óleo Hidráulico ISO 100; Óleo Hidráulico 150 ou Óleo Hidráulico ISO 150; Óleo Hidráulico 220 ou Óleo Hidráulico SAE 220; Óleo Hidráulico 320 ou Óleo Hidráulico SAE 320; além do Óleo Hidráulico 460. O Óleo Hidráulico Industrial é disponibilizado em várias viscosidades, desde um óleo de baixa viscosidade como um Óleo Hidráulico Industrial 10 que possui uma viscosidade igual ao de um óleo para máquina de costura, até um Óleo Hidráulico Industrial 460, que é um óleo com viscosidade igual ao de um óleo para câmbio automotivo.

Conheça alguns tipos de Óleos Hidráulicos e sua aplicações

Como escolher o Óleo Hidráulico em Serra Preta mais adequado para a operação?

A viscosidade do óleo hidráulico industrial é a mais importante e principal propriedade que deve ser levada em consideração para a escolha de um Óleo Hidráulico, pois ela influencia diretamente na eficiência do sistema e o fator econômico não pode ser o motivo principal para a escolha do Fluído Hidráulico Lubrificante. A melhor maneira de escolher o Óleo Hidráulico em Serra Preta é verificar as instruções do manual do equipamento, onde é mencionado o tipo de lubrificante adequado e a sua viscosidade. Para se escolher o Óleo Hidráulico em Serra Preta adequado, devem-se conhecer as propriedades físicas e as características de desempenho que o equipamento requisita para a operação, como saber se o sistema requer um Óleo Hidráulico Resistente ao Fogo, um Óleo Hidráulico Biodegradável, ou um Óleo Hidráulico Mineral.

O Óleo Hidráulico resseca a Borracha?

O Óleo Hidráulico Mineral contém em sua formulação óleos básicos minerais e estes derivados do petróleo são matérias-primas básicas utilizadas nas formulações de vários tipos de borrachas, atuando como um óleo extensor para borracha e possuindo uma ação plastificante secundária. Em grande parte dos processos de fabricação das borrachas é utilizado o óleo básico parafínico em sua composição e é de se esperar que o contato superficial desta com o Óleo Hidráulico não afeta o elastômero, onde este acaba absorvendo parte deste óleo mineral aditivado. O Óleo Hidráulico Industrial é utilizado em vários sistemas hidráulicos que possuem anéis de vedação e muitos deste são constituídos de borrachas sem que o óleo venha a atacar estas guarnições e causar vazamentos ou queda de eficiência.

Quais são os tipos que existem de Óleo Hidráulico em Serra Preta?

O Lubrificante Hidráulico Mineral devido ao seu baixo custo e ampla gama de aplicações é o mais utilizado nos sistemas hidráulicos industriais, mas com o aumento da preocupação com o meio ambiente e como a segurança da saúde do operador, está crescendo a utilização do Óleo Hidráulico Biodegradável, principalmente na lubrificação dos equipamentos do segmento do agro negócio. Os vários tipos de Óleo Hidráulico Industrial que estão disponíveis no mercado possuem em suas formulações, aditivos especiais e exclusivos para as aplicações a que se destina por isso um Óleo Hidráulico Mineral apesar de apresentar um custo menor, não pode substituir um Óleo Hidráulico Antichama que apresenta um custo muito mais elevado. No mercado podemos encontrar vários tipos de Óleo Hidráulico Industrial, que são classificados de acordo com a utilização a que ele se destina como o Fluído Hidráulico Resistente ao Fogo, o Fluído Hidráulico Sintético, o Fluído Hidráulico Biodegradável, além do Fluído Hidráulico Mineral que devido ao seu menor custo, é o Óleo Hidráulico Industrial mais utilizado no mercado.

Óleo Hidráulico em Serra Preta o que é?

Um Óleo Hidráulico em Serra Preta para que possa desempenhar a sua função, recebe um pacote de aditivos que contém produtos químicos antiespumantes, inibidores de corrosão, redutores do ponto de fluidez, detergentes, aditivos de extrema pressão, entre outros, para assim suportar condições extremas e continuadas das pressões operacionais. O Óleo Hidráulico em Serra Preta é produto formulado com uma mistura de óleo básico com aditivos específicos para permitir que o lubrificante atenda as especificações de desempenho a que este se destina. O Óleo Hidráulico em Serra Preta é um importante lubrificante industrial utilizado em uma grande parte dos equipamentos industriais e o uso de um Fluído Hidráulico inadequadamente aditivado pode gerar uma instabilidade térmica, a perda da viscosidade, a formação de depósitos, com o consequente travamento e a redução da vida útil do maquinário.

YouTube video