Óleo de Corte Solúvel para Usinagem em Agudo

Qual a Diferença entre o Óleo de Corte Solúvel Biodegradável e o Óleo de Corte Solúvel Refrigerante?

O Óleo de Corte Solúvel Biodegradável facilita a remoção dos cavacos e reduz a força e a potência necessária para se realizar o corte, além de ser um Óleo de Corte Solúvel Refrigerante do processo, evitando o aumento da temperatura na zona de corte. A função do Óleo de Corte Solúvel para Usinagem no processo de usinagem é a de lubrificar e reduzir a temperatura das peças devido ao atrito que ocorre no processo e gera o aumento da temperatura, sendo assim, o Óleo de Corte Solúvel também auxilia no processo de resfriamento. O Óleo de Corte Solúvel Refrigerante possui características de biodegradabilidade e por isso usualmente é chamado de Óleo de Corte Solúvel Biodegradável, isso porque a grande maioria do Óleo de Corte Solúvel para Usinagem de base sintética ou base vegetal encontrado no mercado é biodegradável.

Qual é a Diferença entre o Fluído de Corte Solúvel Semi-sintético e Fluído de Corte Solúvel Vegetal?

O Fluído de Corte Solúvel Semi-sintético (a denominação correta é Fluído de Corte Solúvel Semissintético) possui um menor volume de Óleo Básico Mineral em sua composição, menos de 50% do Fluido de Corte concentrado, mas como na formulação deste lubrificante contém produtos químicos de origem sintética, então usualmente este Fluído de Corte Solúvel passou a ser chamado de Fluído Semissintético. Tecnicamente o mais correto seria chamar o Fluído de Corte Solúvel Semi-sintético (Fluído de Corte Semissintético na grafia exata) de Fluído de Corte Solúvel com Baixo Teor de Óleo ou Óleo de Corte Solúvel Misto, pois é um lubrificante com excelente propriedade de decantação e de limpeza, mas o Óleo de Corte Solúvel Vegetal, também chamado de Fluído de Corte Solúvel Sintético, tem uma vida útil superior se comparada ao Óleo de Corte Solúvel Semissintético e ao Óleo de Corte Solúvel Mineral e é recomendado para a usinagem de metais ferrosos e não ferrosos. Devido à preocupação quanto à segurança da saúde do operador, o Óleo de Corte Solúvel Vegetal é um produto adequado para ser empregado por empresas em Agudo que procuram um Óleo de Corte Solúvel em Água que atenda à Norma Regulamentadora NR15, algo que o Óleo de Corte Solúvel Semi-sintético não pode ser enquadrado, por este contem Óleo Básico Mineral em sua formulação.

Conheça nossa Linha Completa de Óleo de Corte Solúvel para Usinagem em Agudo

O que é Óleo de Corte Solúvel para Usinagem?

Quando falamos do Óleo de Corte Solúvel para Usinagem devemos imaginar um Fluído de Corte Solúvel aplicado sobre o material a ser processado, com o objetivo de facilitar a operação de usinagem. Antes de se adquirir um bom Óleo Solúvel para Usinagem é necessário saber qual é a finalidade que se deseja, pois este óleo em um processo de usinagem pode atuar como um Fluído de Corte Refrigerante, um Lubrificante de Corte do processo, um líquido removedor dos cavacos gerados, ou o conjunto de todas estas características. O Óleo de Corte Solúvel para Usinagem possui este nome, porque forma emulsões ou pode ser solubilizado em água e devido a esta característica também é chamado de Óleo de Corte Solúvel Biodegradável.

Óleo de Corte Solúvel Leitoso e Óleo de Corte Solúvel Sintético para Usinagem qual é a Diferença?

O Óleo de Corte Solúvel Sintético para Usinagem possui um bom poder de lubrificação, não espuma, tem melhor resistência a uma contaminação bacteriana, possui um custo mais elevado que Óleo de Corte Solúvel Leitoso, mas tem uma maior durabilidade e resistência a oxidação. O Óleo de Corte Solúvel Convencional ou Óleo de Corte Solúvel Leitoso se não for adequadamente aditivado, pode causar problemas de corrosão além de ser um Óleo de Corte Solúvel que é mais vulnerável ao crescimento bacteriano, podendo causar a geração de odores indesejados e até a quebra da emulsão, algo que não ocorre com o Óleo de Corte Sintético para a Usinagem. O Óleo de Corte Solúvel Leitoso, também é chamado por Óleo de Corte Solúvel Convencional forma uma emulsão em água que contém entre 50% e 85% de Óleo Básico Mineral em sua composição, sendo o óleo usado em operações de usinagem que se necessita de uma maior lubrificação.

Óleo de Corte Solúvel para Usinagem FISPQ

Se você está na busca de informações sobre Óleo de Corte para Usinagem, FISPQ Óleo de Corte Solúvel para Usinagem, FISPQ Fluido de Corte Solúvel Vegetal ou sobre outro Lubrificante Industrial, entre em contato a CADIUM LUBRIFICANTES, que a nossa equipe técnica indicará o produto adequado para a sua necessidade. A CADIUM LUBRIFICANTES é uma indústria fabricante Óleo de Corte Solúvel para Usinagem, sendo também um fabricante de Lubrificantes Industriais, Vaselina, Desengraxantes Industriais, produtos para a manutenção industrial entre outros produtos, atuando em todo o território nacional e entre os vários produtos que fabricamos de Óleos de Corte Solúveis para Usinagem para as empresas em Agudo. .

Qual é o melhor Óleo de Corte Solúvel para Usinagem de Alumínio?

O Óleo de Corte Solúvel para Usinagem de Alumino pode ser um Óleo de Corte Solúvel Vegetal que é isento de Óleo Mineral e é formulado com ésteres vegetais, e que proporciona excelentes benefícios ao equipamento, à ferramenta de corte e ao operador. As empresas do segmento metal mecânico estão buscando lubrificantes de elevada qualidade, alto desempenho, mas com custos menores e para atender a esta necessidade o ideal é o uso de um Óleo de Corte Solúvel Vegetal que pode inclusive ser utilizado como um Óleo de Corte Solúvel para Usinagem de Alumínio. Um Óleo de Corte Solúvel Vegetal apresenta boa refrigeração, é indicado para a usinagem de metais ferrosos e não ferrosos como o alumínio e por isso também é chamado de Óleo de Corte Solúvel para Usinagem de Alumínio.

YouTube video